segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

«Quando olhei o céu» de Isabel del Toro Gomes

Que bom lembrar os poemas da minha juventude, quando ainda não sabia nada do amor, só sonhava com ele. Teria os meus 16 anos, 17? Ah, a flor da idade, a juventude a brotar no meio dos sonhos e dos olivais... Tão simples e tão belo, genuinamente belo!

Quando olhei o céu







Quando um dia olhei o céu

Vi nele os teus olhos límpidos.

Voltei a olhar o céu

E vi nele a tua dor infinita

De alguém que precisa de amor.



Quando um dia olhei o céu

Vi nele as flores dum jardim

De pétalas de todas as cores

E em cada ramo de rosa

Vi os espinhos do nosso amor.


Sem comentários:

Enviar um comentário