sábado, 14 de julho de 2012

«Memória - I », poema XVIII


José Gomes Ferreira nasceu no Porto a 9 de Junho de 1900. Licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, exerceu o cargo de cônsul de Portugal na Noruega, de onde voltou em 1930. Regressado a Portugal dedicou-se ao jornalismo e à escrita. Poeta e ficcionista, é um dos grandes nomes das letras portuguesas. Faleceu em Lisboa, em 1985.



XVIII 
(Experiência)
Depois vieste tu
(tu quem?)
e meteste nos sonhos, no mel, nos cravos
as pedras que piso...
E apedrejaste a morte
com o teu sorriso.
  
                               José Gomes Ferreira, in Memória - I



Sem comentários:

Enviar um comentário